Home » Noticias » A água como recurso infinito

A água como recurso infinito

Frente ao período de seca vivido em São Paulo, o questionamento do problema e as suas possíveis soluções tornam-se frequentes. Dessa forma, é inegável dizer que são em épocas extremas que se nota a ausência de consciência dos consumidores em relação aos recursos disponíveis.

Usar a água como um recurso infinito é algo enraizado na cultura do brasileiro, o que reflete no seu manuseio e, no caso, na falta de sua economia, segundo O Globo. Além disso, a ausência de políticas públicas que conscientizam e a falta de estímulos como multas e até mesmo descontos para quem cumpre metas de consumo faz com que o destino da água no país seja drástico e pouco consciente.

É preciso deixar de lado a postura de esbanjamento e focar na conscientização, argumenta Dalberto Adulis, consultor de conteúdo do Instituto Akatu. Segundo os especialistas que conversaram com o jornal, o brasileiro possui a falsa ideia de que consumir é sinal de progresso, o que faz com que o consumo seja massivo e prejudicial. Economizar água também é economizar energia e essa é uma informação que muitos parecem esquecer, visto o dado do jornal que aponta que o consumo de energia elétrica aumentou em 2,5% neste primeiro trimestre.

Com a junção de políticas públicas e a mudança do comportamento brasileiro em relação aos recursos naturais, a água poderá, assim, suprir seus amplos setores: desde a sede, à limpeza corporal além, é claro, a energia elétrica, afinal, esses recursos caminham juntos.

Fonte: O Globo, 10/11/2014

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...