Home » Noticias » Água subterrânea da Grande SP pode abastecer 1,8 milhão

Água subterrânea da Grande SP pode abastecer 1,8 milhão

A Grande São Paulo contabiliza debaixo da terra um volume de água inutilizado que seria suficiente para abastecer cerca de 1,8 milhão de pessoas, segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo publicada sexta-feira, 10.

Os aquíferos da região, de acordo com estudo do Centro de Pesquisa de Águas Subterrâneas (Cepas) do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo (USP),  têm capacidade para produzir até 16 mil litros de água por segundo, mas 40% dos recursos não são aproveitados.

Atualmente, segundo a reportagem,  existem aproximadamente 12 mil poços  privados em operação na região, cerca de 60% clandestinos, que retiram dos aquíferos cerca de 10 mil litros por  segundo para abastecer indústrias, condomínios, hotéis, hospitais e clubes, entre outros locais.

Com a diferença de 6 mil litros por segundo que estão ociosos no subsolo, seria possível fornecer água para as populações de Guarulhos e Mauá, que têm enfrentado racionamento por conta da seca dos Sistemas Cantareira e  Alto Tiêtê.

De acordo com  o jornal O Estado de S.Paulo,  se a reserva subterrânea fosse aproveitada integralmente, seria o segundo maior manancial da Grande São Paulo, ficando à frente dos Sistemas Alto Tietê (15 mil l/s) e Guarapiranga (14 mil l/s), atrás apenas do Cantareira, que tem capacidade de produzir 33 mil litros por segundo, mas opera atualmente com 21 mil litros por segundo.

Fonte: O Estado de S.Paulo, 10/10

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...