Home » Noticias » Aumenta procura por poços domésticos em SP

Aumenta procura por poços domésticos em SP

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo,  os paulistanos decidiram cavar poços em suas casas e prédios para driblar a crise de abastecimento da Sabesp. Na reportagem desta segunda-feira, 14, 12 empresas do setor declararam que o movimento dobrou com as notícias de seca do Sistema Cantareira.  Para construir um poço, o consumidor pode gastar de R$  7 mil a R$ 100 mil.

A instalação do poço, no entanto, não é simples. Conforme O Estado de S.Paulo apurou, é muito difícil conseguir todas as licenças necessárias.  É preciso ter aval do Departamento de Águas e Energia Elétrica e consultar a Vigilância Sanitária Municipal pois, de acordo com a reportagem, há uma lei que dá ao órgão a autoridade de “vedar o fornecimento de água para consumo humano por meio de solução alternativa”, a não ser em “situação de emergência e intermitência”. Também é preciso aguardar até 180 dias uma avaliação da Cetesb, dizendo se a área ao redor do imóvel está ou não contaminada.

Todo o processo, segundo O Estado de S.Paulo, leva, no mínimo, seis meses.

 

Fonte:  O Estado de S.Paulo

 

 

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...