Home » Noticias » Diamante brasileiro mostra vestígios de reservatório de água no interior da Terra

Diamante brasileiro mostra vestígios de reservatório de água no interior da Terra

Em estudo científico publicado na revista científica Nature, cientistas informaram ter encontrado um pequeno diamante que aponta para a existência de um vasto reservatório de água abaixo do manto da Terra, cerca de 500 quilômetros sob nossos pés.

A prova veio de um mineral raro que absorve água chamado ringwoodite, procedente da zona de transição entre as camadas superior e inferior do manto terrestre. A análise do material revelou que a rocha contém uma quantidade significativa de moléculas de água, da ordem de 1,5% de seu peso.

“Essa amostra fornece, de fato, confirmações extremamente fortes de que há pontos locais úmidos profundos na Terra nessa área”, declarou o principal autor do estudo, Graham Pearson, da Universidade de Alberta, no Canadá. “Essa zona particular da Terra, essa zona de transição, pode conter tanta água quanto todos os oceanos juntos.”

O principal mineral do manto superior é a olivina. Quando a profundidade e, consequentemente, a pressão aumentam, a olivina se transforma, mudando de estado. Entre 410 km e 520 km, ela vira wadsleyite e, entre 520 km e 660 km, chega a ringwoodite, um mineral que contém água.

Essa variedade de olivina já foi encontrada em meteoritos, mas nunca oriunda da Terra, justamente por se encontrar a uma profundidade inacessível.

A amostra foi submentida à diversos testes por espectroscopia e difração por raio-X antes de ser confirmada como ringwoodite, tornando-se a primeira prova terrestre dessa rocha super-rara. Os cientistas acreditam que a amostra tenha chegado à superfície através de uma erupção vulcânica.

Pearson defendeu que as implicações dessa descoberta são profundas. Se existe água, em grande volume, abaixo da crosta terrestre, isso implica um possível impacto significativo nos mecanismos dos vulcões e no movimento das placas tectônicas.

Fonte: G1, 12/3/2014
Foto: Richard Siemens, University of Alberta/Divulgação

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...