Home » Noticias » Estiagem ajudou a limpar água de córregos e nascentes em São Paulo

Estiagem ajudou a limpar água de córregos e nascentes em São Paulo

Relatório divulgada pela ONG SOS Mata Atlântica mostra que a estiagem, que fez baixar o nível dos principais reservatórios de São Paulo, ajudou a melhorar a qualidade da água em córregos e nascentes da região metropolitana em janeiro e fevereiro de 2015.

Ao comparar amostras de água de 117 pontos de coleta com outras obtidas em 2014, a melhora é nítida. A melhora, atestada segundo oxigenação, turbidez, nível de coliformes fecais e outros 13 parâmetros de referência, ocorreu em fios d’água que normalmente recebem muita “poluição difusa” (lixo e poluição tragado de áreas secas pela água da chuva). O número de pontos de coleta com qualidade ruim ou péssima diminuiu de 74,9% para 44,3%, enquanto amostras com qualidade regular ou boa apresentaram alta de 25% para 55,4%.

A melhora não afeta a gestão da crise hídrica, já que as coletas analisadas não possuem relação direta com reservatórios dos sistemas da Sabesp. Malu Ribeiro, coordenadora do programa de água da SOS Mata Atlântica analisa: “Isso é um alerta, porque se continuarmos pensando em despoluir rios só tratando esgoto, não vamos salvar rios urbanos”.

Fonte: Folha de S. Paulo, 18/03/15

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...