Home » Noticias » Estudo preliminar do BNDES vê setor de cloro e soda como alta prioridade

Estudo preliminar do BNDES vê setor de cloro e soda como alta prioridade

Projeto em andamento pelo consórcio Bain & Company/Gas Energy , que venceu a concorrência para fornecimento ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) de estudo sobre o Potencial de Diversificação da Indústria Química Brasileira, classificou o segmento de cloro e álcalis como de alta prioridade. Foram analisados 65 segmentos de produtos da indústria química, agrupados segundo uma lógica de negócios. O estudo objetiva a identificação de oportunidades de diversificação e a proposição de políticas de desenvolvimento. Na sua fase atual, o estudo procurou priorizar segmentos de produtos que tenham maior possibilidade de atração de investimentos produtivos e desenvolvimento de tecnologia no País.
O estudo destaca que a demanda por cloro, que já é relevante, deve crescer com o desenvolvimento de alguns setores como saneamento básico e construção civil, por exemplo. Mas para estimular a produção brasileira de cloro e, consequentemente, de soda cáustica, o estudo, que só deve ser concluído em um ano, aponta a necessidade de potenciais melhorias de competitividade, como a redução do custo da eletricidade, maior integração das cadeias produtivas e melhora da estrutura logística. Menciona a ameaça da concorrência internacional de produtores integrados de PVC de baixo custo com acesso a matéria-prima mais competitiva.
A próxima fase do trabalho vai tratar da caracterização dos segmentos selecionados para aprofundamento e detalhará as condições de demanda e fatores de produção, as características da indústria, as indústrias relacionadas e, finalmente, a análise estratégica preliminar para cada um dos segmentos.

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...