Home » Noticias » Na América Latina, mais de 2 milhões tiveram dengue em 2013

Na América Latina, mais de 2 milhões tiveram dengue em 2013

Após uma década em queda, a dengue voltou com tudo em 2013: foram mais de 2,3 milhões de latino-americanos com sintomas da doença. Em 2004, tinham sido registrados 267 mil casos e somente 74 mortes (hoje, esse número é vinte vezes maior, segundo a Organização Panamericana da Saúde – OPS). Os números estão em reportagem do jornal “El País”.

O aumento dos casos, de acordo com especialistas, está na maior capacidade de reprodução do mosquito transmissor, o Aedes aegypti, e de circulação nas cidades latino-americanas cada vez mais populosas. Isto está ligado ao aumento das temperaturas e da umidade, além da rápida urbanização da região – o que causou um desequilíbrio no habitat do mosquito.

A situação piora em razão do aumento do tráfego aéreo e terrestre, da mutação do vírus e da pouca preparação dos sistemas de saúde para responder à enfermidade a tempo.

Neste ano, até o momento, a região andina registra o maior número de casos, com 29.727, seguida pelo Cone Sul e depois o México e a América Central, em um padrão semelhante ao dos anos anteriores nesta primeira metade do ano. Porém, nações como Nicarágua, com 22 mortes, Panamá e Venezuela sofreram surtos da doença antes do início da estação das chuvas, a época de maior circulação do Aedes aegypti.

Fonte: El País, 05/04/2014

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...