Home » Noticias » No Nordeste, falta de saneamento básico em escolas afasta alunos

No Nordeste, falta de saneamento básico em escolas afasta alunos

Um estudo do QEdu, plataforma de informações educacionais do Brasil que se baseia em dados do INEP ( (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), apontou que mais de 80% das escolas municipais sofre com a falta de saneamento básico, informa reportagem do portal R7.

De acordo com a coordenadora nacional da área de educação do Unicef (Fundo das Nações Unidas para Infância), Maria de Salete Silva, a falta de serviços básicos afasta crianças e jovens da escola. “Muitas meninas deixam a escola quando têm a menarca [primeira menstruação], por exemplo, por não terem condições adequadas para cuidar de sua higiene íntima”, disse ao R7.

Outro problema é que a falta de tratamento do esgoto nas escolas afeta o horário de lanche dos estudantes. A aluna Joyce Veras conta que no ensino fundamental e médio sofreu com a estrutura precária da Escola Municipal Maria Neully Dourado e Escola Estadual Alcides Bezerra, cidade de Cabaceiras, no Estado da Paraíba. “Na hora do recreio era bastante desconfortável, pois tínhamos que nos alimentar naquele ambiente que possuía um cheiro um tanto quanto desagradável, mas ou era aquilo ou nada; Na minha visão, além de prejudicar o nosso aprendizado, prejudica também a motivação dos alunos para irem à escola e estudar”, conclui a jovem em entrevista ao R7.

Fonte: portal R7 – Publicado em 02/12/2013

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...