Home » Noticias » Para evitar doenças, armazenamento de água exige cuidados

Para evitar doenças, armazenamento de água exige cuidados

Frente à crise hídrica atual, piscinas, baldes, vasilhames e caixas d’água são as saídas encontradas para o armazenamento de água. Mas, segundo reportagem do jornal O Globo, caso a água seja armazenada de maneira imprópria, pode ser a principal forma de contaminação e proliferação de algumas doenças.
A pesquisadora do Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental da Fiocruz Adriana Sotero-Martins explica que a água não está limpa pelo simples fato de ser transparente e sem cheiro.

De acordo com a pesquisadora da Fiocruz, o risco se agrava quando a água fica parada por muito tempo ou exposta ao calor, já que pode perder o cloro, que tem propriedades esterilizadoras importantes, facilitando a proliferação de bactérias, que podem causar doenças como a gastroenterite e até mesmo leptospirose. Outro cuidado importante a ser tomado é o de não utilizar a água armazenada nos baldes direto para cozinhar ou lavar alimentos. Antes, é preciso fervê-la ou adicionar uma quantidade adequada de cloro.

Observação: A Abiclor recomenda que, para a lavagem de verduras, frutas e hortaliças, seja usada uma colher de sopa de água sanitária ou hipoclorito de sódio para cada litro de água. Após esse procedimento, lave bem em água potável. A mistura de água usada com água sanitária pode ser reutilizada na lavagem de pias, pisos e utensílios domésticos.

Fonte: O Globo, 22/01/2015

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...