Home » Noticias » Pesquisa do IBGE mostra que rede de esgoto chega a 57% das casas

Pesquisa do IBGE mostra que rede de esgoto chega a 57% das casas

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) mostrou que 57,1% dos lares brasileiros têm rede coletora de esgoto. Os dados, divulgados pelo IBGE na última sexta-feira, são referentes a 2012. No anterior, o porcentual de lares com rede coletora de esgotos era menor, de 55%. O crescimento de 2,1 pontos pode ser considerado um avanço em relação a pesquisas anteriores.

Em 2008, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou crescimento de apenas 1,4 ponto porcentual na proporção de lares que tinham o serviço. Em 2009, ocorreu um recuo de 0,2 pontos, porque, embora a rede tivesse crescido, com 4,392 milhões de novas ligações, o número de residências aumentou mais no País, fazendo recuar o indicador. Mesmo assim, a proporção de domicílios com esgotamento, ano passado, ainda estava abaixo da de 2009. Quase 43% (42,9%) das moradias brasileiras não dispunham do serviço. O maior crescimento regional na rede de esgoto em 2012, na comparação com 2011, ocorreu no Sul, onde o avanço foi de 35,7% para 42,3%.

De acordo com o relatório do IBGE, no ano passado, dos 62,8 milhões de domicílios particulares permanentes pesquisados no Brasil, 53,6 milhões eram beneficiados por rede geral de abastecimento de água. Houve manutenção do ritmo de crescimento e aumento de 0,8 ponto porcentual na participação de domicílios com esse serviço. A Região Norte registrou acréscimo de 2,4 pontos porcentuais na proporção de domicílios com rede geral de água em relação ao ano anterior (de 55,9% para 58,3%).

Os domicílios com coleta de lixo passaram de 54,4 milhões para 55,8 milhões, 88,8% do total em 2012, mesma participação apurada em 2011 (o número de imóveis subiu no período). O serviço aumentou em todas as regiões, com destaque para o Sudeste, que o ampliou em 585 mil unidades, maior aumento regional. No Sudeste, a coleta de lixo abrange 96% dos domicílios pesquisados, e no Centro Oeste, 91,3%. Nas Regiões Norte, Nordeste e Sul, esse serviço é ofertado a 77,3%, 76,6% e 93%, respectivamente, informa o PNAD.

 

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo – edição de 28/9/2013 

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...