Home » Noticias » Produção de cloro avança 1,7% de janeiro a agosto

Produção de cloro avança 1,7% de janeiro a agosto

Resultado positivo ocorreu em cima de uma base fraca no ano passado motivada por paradas de produção de fábricas

A produção de cloro cresceu 1,7% no período janeiro a agosto deste ano em relação a igual período de 2013, atingindo 853,3 mil toneladas. O consumo setorial de cloro (vendas totais somadas aos usos cativos) também foi positivo em 1,5%, segundo dados da Associação Brasileira de Cloro, Álcalis e Derivados (Abiclor). No caso da soda cáustica, a produção aumentou 1,1%, para 938, 4 mil toneladas, no mesmo período.

Esse crescimento ocorreu devido a uma redução importante da produção registrada em agosto de 2013 motivada por paradas de produção que acabaram tendo reflexos no acumulado anual, explica o presidente da Abiclor, Anibal do Vale. “Portanto, o crescimento de janeiro a agosto ocorreu sobre uma base reduzida”, afirma.

Neste mês de setembro estão previstas paradas programadas para manutenção de três fabricas o que deverá impactar negativamente o acumulado anual.

O consumo aparente de soda cáustica subiu 2,5% de janeiro a agosto, enquanto as importações apresentaram crescimento de 5,5%, para 766 mil toneladas no mesmo período. As vendas internas foram 0,8% maiores.

A taxa média de utilização da capacidade instalada foi de 85,3%, 1,7% maior ante o mesmo intervalo de 2013.

O uso cativo, dos próprios produtores de cloro na elaboração de produtos como o dicloroetano (DCE) e óxido de propeno, aumentou 1,1%, para 745 mil tonelada, ante janeiro-agosto de 2013. Já o uso cativo de soda caiu 11,1%, para 90 mil toneladas.

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...