Home » Noticias » Segundo especialista, São Paulo está longe de solucionar falta d’água

Segundo especialista, São Paulo está longe de solucionar falta d’água

São muitas as buscas para que a questão da falta d’água no mundo seja extinta. Pensando nisso, o 7º Fórum Mundial da Água, que termina nesta sexta-feira (17), discute questões como as novas tecnologias de reúso da água e a integração dos diferentes planos de gestão hídrica. Entre os tópicos do documento elaborado, o destaque vai para o fato de que São Paulo está longe de solucionar a crise da água, conforme adiantou Newton de Azevedo, um dos governadores do Conselho Mundial da Água que organiza o fórum.

Segundo Azevedo, “a população de São Paulo começa a pensar que os níveis do Cantareira estão ótimos, mas não estão”. Para ele, o Brasil está em vantagem sobre outros países porque tem planos muito bem elaborados, como os de saneamento básico e de resíduos sólidos. O que falta é o planejamento integrado dos recursos hídricos, disse o especialista em participação de teleconferência promovida pela GO Associados. Dessa forma, a integração entre essas esferas abriria caminho para que se criasse uma política pública sobre a água no Brasil.

Outro tópico destacado no documento foi o uso de novas tecnologias. “Reúso e dessalinização da água são tecnologias que existem há tempos, mas no Brasil não demos e continuamos não dando atenção. Se quisermos implementar um projeto de dessalinização daqui a cinco anos, temos que começar a pensar hoje”, disse Azevedo.

Fonte: Valor Econômico, 17/04/15

Veja também

Aedes_aegypti_during_blood_meal

Incidência de casos de dengue é maior em ilhas de calor

Com base nos dados da Prefeitura de São Paulo colhidos entre 2010 e 2011, uma ...